Inadimplência em Petrópolis permanece estável

Números de fevereiro de 2017 divulgados pela CDL Petrópolis apontam que o número de inclusões no banco de dados do SPC Brasil se mantém praticamente o mesmo registrado em fevereiro de 2016

 

Os números de contas não pagas que foram incluídas no sistema do SPC Brasil em fevereiro é menor apenas em 5 registros na comparação com o mesmo período do ano passado. Em fevereiro de 2016, 1.136 contas não pagas foram incluídas no banco de dados, contra 1.131 inclusões agora no mesmo mês de 2017. Esses números apontam para a estabilidade da inadimplência na cidade que, no entanto, continua alta, conforme explica o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrópolis, Luiz Felipe Caetano da Silva e Souza.

– Considerando o nosso mercado consumidor, um número superior a mil registros mensais no SPC Brasil ainda é alto e preocupante. A estabilidade pode sinalizar uma esperança de melhora no futuro, mas nós sabemos que a crise é profunda e se os empregos não forem recuperados, a tendência é que a inadimplência se mantenha elevada – Alerta Luiz Felipe.

Outro dado revelador é o índice de consultas com restrições que o sistema da CDL Petrópolis apurou. Em fevereiro de 2017, de todas as consultas realizadas pelo SPC Brasil na cidade, 34,27% apresentaram algum tipo de problema que pode ter impedido a concretização da venda. Esse dado, lembra Luiz Felipe, ao mesmo tempo em que aponta o quanto a CDL Petrópolis e o SPC Brasil ajudaram os empresários da cidade a se protegerem de uma futura inadimplência, também revela que muitos consumidores enfrentam dificuldades com o seu cadastro e com seu crédito o que, em última análise, é ruim para o mercado que precisa oferecer crédito e vender com segurança.

Nos últimos três meses, os números do SPC Brasil em Petrópolis são os seguintes: 1.083 registros e 681 exclusões, em dezembro de 2016; 1.346 registros e 435 exclusões em janeiro de 2017 e 1.131 registros e 413 exclusões em fevereiro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *