Associado da CDL Petrópolis tem facilidade para protestar devedores

Convênio permite que filiados à entidade não paguem os custos iniciais do processo de protesto

As estatísticas dos serviços de informações de crédito administrados pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrópolis apontam que, no mês de julho de 2017, 35% das consultas feitas ao SPC Brasil apresentou algum tipo de problema que poderia causar inadimplência. Quem vende a prazo sem consultar o histórico do consumidor corre o risco de não receber e, num cenário de crise econômica, essas dívidas podem ficar muito tempo sem serem pagas gerando grandes prejuízos aos empresários.

Quando isso acontece, o caminho acaba sendo o do protesto junto ao cartório. Pensando nisso, a CDL Petrópolis firmou um convênio com o Instituto de Estudos de Protestos de Títulos do Brasil, Seção RJ, que traz uma economia considerável aos seus associados viabilizando que empresas e profissionais liberais possam recuperar valores de inadimplentes, promovendo o protesto de títulos.

O grande benefício oferecido aos associados da CDL Petrópolis é que, através desse convênio, os filiados à entidade não precisarão pagar para dar início ao processo de protesto. O presidente da CDL Petrópolis, Luiz Felipe Caetano da Silva e Souza, destaca a importância desse diferencial para os associados.

– A inadimplência é um problema muito grave para a atividade empresarial e nós sabemos também o quanto as condições econômicas do país na atualidade têm produzido um aumento preocupante no número de devedores. Apesar de todo o esforço de cobrança amigável, chega um  momento em que o registro no SPC Brasil e o protesto se tornam necessários. Nessa hora, o empresário descobre que tem que pagar valores elevados só para dar entrada no processo de protesto. Com esse convênio, nossos associados não precisarão mais pagar adiantado para receber o que lhe devem – explica Luiz Felipe.

Para que o associado à CDL Petrópolis possa usufruir dos benefícios desse convênio, será preciso assinar um termo de adesão, diretamente na sede da entidade ou, imprimindo o formulário que está disponível no site www.cdlpetropolis.com.br.

Os títulos de crédito que podem ser protestados são diversos, desde notas promissórias, duplicatas e até contratos ou um cheque, nesse caso, respeitando-se as limitações legais que se referem à alínea que determinou a devolução e aos prazos específicos do cheque, de acordo com as normas do Banco Central.

Para maiores informações, basta ligar para a CDL Petrópolis, através do telefone 2244-1900.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *