Comerciantes festejam seu dia com novos desafios

Comemorado nesta segunda-feira 16 de julho, o Dia do Comerciante é propicio para refletir sobre o momento atual do varejo brasileiro, aponta presidente da CDL Petrópolis

 

Crise econômica, aumento da inadimplência, incremento do comércio virtual, clientes mais exigentes e busca constante de um diferencial na hora de oferecer bens e serviços são só alguns dos desafios que os novos tempos trazem para os empresários do comércio.

Nesta segunda-feira, 16 de julho, comemora-se o Dia do Comerciante e, segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrópolis, Luiz Felipe Caetano da Silva e Souza, é preciso que a categoria reflita sobre algumas questões para que essa atividade econômica tão importante se mantenha cada vez mais atuante.

– Ser comerciante significa ter disposição para enfrentar desafios. Cada vez que as portas das nossas lojas são abertas a incerteza é nossa constante parceira. Não sabemos se teremos clientes, se os clientes vão gostar das mercadorias que oferecemos, se os preços estarão adequados à realidade econômica do momento e, muitas vezes, não temos certeza se receberemos por aquilo que vendemos a prazo. Mas, apesar de tudo isso, ser comerciante é também ser criativo para vencer as crises, acompanhar a modernidade e, acima de tudo, manter um relacionamento de confiança e cordialidade com os consumidores, nossa razão de existir – afirma Luiz Felipe.

O presidente da CDL Petrópolis lembra ainda que a entidade, há mais de 50 anos atua como parceira dos empresários, moderniza-se e além dos serviços de informações de crédito que contribuem no combate à inadimplência do setor hoje oferece vários produtos que auxiliam na gestão das empresas comerciais, também oferece convênios que vão desde planos de saúde até protesto sem custas iniciais, passando pelas parcerias com universidades e fornecimento de certificado digital.

– Se o comerciante tem muitos desafios a enfrentar no seu dia a dia, tem também uma grande parceira na CDL Petrópolis que atua tanto em favor do empresariado como também está presente na vida da comunidade petropolitana, destacando-se como uma das mais importantes entidades da sociedade civil organizada – conclui Luiz Felipe Caetano da Silva e Souza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *